Como iluminar sala de jantar e estar integradas

A iluminação de qualquer cômodo da casa ou apartamento deve ser levada tão a sério quanto a decoração e a funcionalidade dos ambientes. Muitos dos erros comuns de decoração envolvem a falta de planejamento de iluminação, tanto natural quanto artificial, fazendo com que os espaços fiquem escuros, desconfortáveis e, até, feios.

Para ambientes integrados, em conceito aberto, onde sala de estar, jantar e a cozinha estão praticamente no mesmo espaço, a iluminação deve ser pensada de forma individual e, ao mesmo tempo, conjunta. Cada cômodo dever ter esquemas de iluminação independentes, para que seja possível acender e apagar as luzes sem atrapalhar as outras áreas.

Parece um pouco confuso, mas é mais simples do que se imagina. Você precisa apenas focar em um ambiente por vez e definir quais as prioridades de necessidades que terá em cada um deles. Para facilitar, nós, que somos loucos por decoração, separamos algumas das principais dicas dos especialistas. Confira a seguir.

 

Iluminação central para todos os ambientes

Todos os cômodos da casa precisam de uma iluminação central, ou seja, um lustre (ou plafon) que fique posicionado exatamente no centro do ambiente afim de iluminar de forma homogênea todo o espaço. Contudo, apenas isso não é suficiente para a grande maioria dos cômodos, já que a luz central pode prejudicar outras atividades e funções, como a de destacar ou esconder alguns detalhes da decoração, ajudar na leitura ou na realização de tarefas e etc.

Na sala de jantar é importante que o lustre fique exatamente no centro da mesa de jantar, ao invés de ficar no centro do espaço. Além de fazer mais sentindo esteticamente, o pendente irá iluminar a mesa de forma adequada e que fique confortável para os convidados.

 

 

Na foto acima podemos reparar que o lustre está bem centralizado com a mesa de jantar, além de seguir o mesmo formato, o que dá um toque de modernidade ao ambiente.

 

 

Repare que o mesmo acontece nesta outra sala de jantar. O Pendente redondo acompanha o mesmo formato da mesa e está bem centralizado, ajudando a iluminar o espaço de forma uniforme.

 

 

Já esta foto nos mostra que o formato do lustre não precisa, necessariamente, seguir o mesmo formato da mesa. Não é uma regra. Repare também que a iluminação dessa sala de jantar é favorecida pelo espelho na parede, que também ajuda a ampliar o ambiente.

 

 

Na sala de estar, geralmente e em projetos mais modernos, são utilizados plafons como iluminação central, que reflete a luz de volta para o teto e ajuda a iluminar e criar um ambiente mais aconchegante, como você pode ver na foto acima.

 

 

Para uma decoração mais clássica ou tradicional é possível escolher um lustre, contudo é mais indicado para ambiente com pé direito alto.

 

Luzes indiretas para decorar

Spots de LED como iluminação indireta são ótimos para deixar o ambiente ainda mais claro (quando há pouca entrada de luz natural) ou para decorar, destacando peças de arte, como quadros ou esculturas, e servindo também para criar ambientes mais aconchegantes.

Além dos spots no teto, você pode investir também em abajures, arandelas, luminárias de chão e etc., para iluminar a sala de estar. É uma solução bastante simples, que ajuda a criar outros focos de luz, e costuma ser bem mais barato do que a instalação dos spots.

Confira abaixo algumas fotos e nossos comentários.

 

Nessa sala de jantar podemos reparar que, além do pendente central, há spots de luz em todo arredor.

 

Já nesse projeto podemos reparar em um cuidado ainda maior com a iluminação indireta e decorativa. Repare na sanca de gesso iluminada e nos spots de luz na parede do lado direito.

 

Nessa simpática sala de estar vamos dar destaque para o abajur no canto do cômodo, que proporciona uma iluminação indireta, afim de tornar o ambiente mais aconchegante e confortável.

 

Por falar em ambiente confortável, que tal seria relaxar nessa sala de estar? Repare na diferença que aquela luminária de chão dá à iluminação desse cômodo. Para ter uma dessa na sua sala, basta ter um tomada por perto.

 

Nessa foto você pode reparar em tudo o que falamos até agora. Na sala de estar há o lustre central e os spots de luz indireta, tanto no teto quanto no painel da TV. Já na sala de jantar há um sequência de três pendentes que acompanham o tamanho da mesa.

 

Quer ver mais fotos para observar os projetos de iluminação? Separamos 30 fotos incríveis para você. Confira!

 

 

 

Siga a gente no facebook e fique por dentro de tudo o que rola no Loucos por Decoração: www.facebook.com/blogloucospordecoracao

Facebook Twitter Google Plus WhatsApp
Sobre o autor: Mais deste autor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *